quinta-feira, 21 de outubro de 2010

A Globo e o Milagre da "Transformação da Notícia"

video

      Como foi publicado aqui neste espaço ontem, foi descoberta a fonte da violação do sigilo de dados fiscais de pessoas ligadas a Serra. As conclusões foram fruto de uma investigação da Polícia Federal que chegou ao jornalista Amaury Jr. então jornalista do Estado de Minas que é notoriamente ligado Aécio Neves. Não obstante o referido jornalista ter afirmado que "coletou os dados" em setembro de 2009(eufemismo para violação de sigilo) para proteger o então pré-candidato a presidente Aécio que disputava a indicação do PSDB com Serra que estaria montando um dossiê contra o candidato mineiro. De forma quase hilária o jornalista tucano alegou que os mesmos dados foram supostamente "roubados" de seu computador no quarto de hotel por petista neste ano de 2010 quando ele já tinha saído do jornal.
Bem, estes foram os fatos apurados através de uma investigação da polícia federal e o que a globo noticiou? Veja o vídeo acima. Numa matéria mais do que confusa (a confusão é proposital para ludibriar o expectador) O âncora da Globo abre a matéria dizendo que a polícia federal provou que o PT estaria envolvido com a quebra do sigilo. Para "fundamentar" a matéria o jornalista César Tralli usa como fonte, não a investigação da polícia, e sim matéria publicada pela revista VEJA na qual um delegado aposentado se apresentou expontâneamente ao referido semanário alegando que foi convidado por membros do PT a espionar pessoas ligadas a Serra. Durante toda matéria notem que Tralli simplesmente ignora o MOTIVO da violação do sigilo e monta uma incrível teia de relações (tudo "apurado" pela revista Veja) que terminaria em pessoas ligadas ao núcleo de "inteligência" do PT.
     É quase ASSUTADOR como o maio meio de comunicação em massa do Brasil simplesmente manipula, maquia e transforma uma notícia em outra. A investigação diz que foi gente ligada a Aécio Neves que pagou pela violação mas a Globo de forma cínica, acaba jogando o problema no colo do PT. No texto postado ontem eu já tinha destacado a tentativa da folha de ligar a quebra de sigilo ao PT, inclusive a Folha On Line mudou o título da matéria três vezes, mantendo o conteúdo a primeira foi: PF prova o elo do vazamento de dados ao PT; o segundo foi: Jornalista diz que dados eram para proteger Aécio, por sinal basta uma breve pesquisa no google e se verá que vários jornais mantiveram esse título (como o jornal Agora, veja aqui); E finalmente a mesma matéria está atualmente com o título: Jornalista confirma à PF que encomentou dados de Tucanos. Não se trata de jornalismo, nem do exercício de liberdade de expressão nem de informação. É pura malabarismo do chamando "imprensalão" que busca a todo custo enganar, manipular para conseguir um determinado resultado.
 Vamos ver como o grupo de campanha de Dilma vai se comportar com essa quimera jornalística. Enquanto isso, fiquem atentos e divulguem essa notícia e continuem de olho vivo.

by- Adriano Cabral

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É sempre bom ler o que você tem a dizer! Se possível deixe a cidade de onde você esta teclando.