segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Idiotices que Temos que Ouvir ao Fim de um Relacionamento Amoroso



      Tem duas comunidades no Orkut interessantes para quem quer bancar o terapeuta, conhecer histórias das mais comuns as mais absurdas sobre relacionamentos, lamentar a vida ou apenas se divertir. O nome é no mínimo irônico, haja vista a maior parte dos relatos fala de relacionamentos "fracassados" são o Clube das Namoradas Perfeitas e o mesmo nome para comunidade masculina, claro, trocando o gênero.
Apesar da diversão, uma das coisas que não suporto mais é ler as frases feitas e idiotas que parte dos usuários e muita gente repetem sistematicamente quando há notícias de alguém que teve um relacionamento findo. O tema desta postagem justamente é analisar algumas dessas frases. Ressalto que minha análise terá como exemplo uma relação profunda e verdadeira que findou, para estas, não adianta usar os chavões abaixo:

1) Tem muita mulher ou homem por aí.
Com todo respeito, será que quem usa tal frase feita não percebe que quando um namoro, principalmente longo, acaba sentimos falta de uma pessoa e não da humanidade? Todo mundo sabe que tem um monte de gente por aí, mas não um monte de pessoas idênticas aos que nos fazem falta. Isto se torna mais grave ainda em se tratando de um grande amor perdido. Se essa frase idiota fosse válida nem valia a pena se preservar e namorar uma única pessoa apenas, com tanta gente por aí...

2) Sai com as amigas (os), vai pra balada, conhece outras pessoas.

Se uma relação sólida acaba, é óbvio que a pessoa está fragilizada e carente, logo se voltar cedo ao "mercado de relacionamentos" estará bastante vulnerável e predisposta a achar espetacular qualquer panaca que dê um pouco mais de atenção, fale ou faça-a sentir as mesmas coisas que o ex (ou a ex). Corre-se um enorme risco de embarcar em uma nova relação movida pelo desespero de esquecer e que tudo desta vez “tem que dá certo. No entanto, o mais comum é o naufrágio dessa relação ironicamente quando as águas estiverem calmas e a realidade se impor. A frase deste item é tão tola quanto a que diz que só outro amor cura a dor do amor perdido e outras equivalentes. Não se pode amar novamente se a dor da relação anterior ainda te assola, nesses casos é comum, depois de toda empolgação do início a pessoa ficar velhinha lembrando "como era bom o meu ex...".
O sofrimento faz parte da vida, acabou, era profundo e lindo: sofra. O mais cômico é que, antes do fim, vive-se dizendo que o seu amor é único, que jamais haverá nada igual e tudo será para o resto da vida ...blá blá blá blá. No entanto, quando finda, a dor não pode ser única, nem diferente de qualquer outra, e jamais poderá durar por toda uma vida. Mas qual é a solução: Dê um tempo para si mesmo, aprenda a conviver de novo apenas consigo, quando você estiver de bem consigo mesmo, aí sim poderá seguir adiante. Não adianta relação tapa-buraco, nunca vi isso funcionar estatisticamente bem. Esquece-se por uma ou duas noites, e depois o vazio retorna com mais forças.
Isto me lembra uma amiga, que como muitas outras após um longo relacionamento de nove anos entre namoro e noivado, romperam a relação. Duas semanas depois encontrou outro rapaz. Um ano depois já estava casada, cinco anos depois separada, por quê? Por que ela, no desespero que tudo desse "certo", ignorou completamente a realidade, só importava fugir da dor, do sofrimento e esquecer o antigo noivo. Passados cinco anos de casada ela finalmente superou o ex, e o marido? Perdeu a função, no fundo foi só aquele cara "legal" que aguentou a barra...

3) Se não foi pra ser tinha que acabar se é pra ser, vocês vão ficar bem de qualquer jeito.
Impressionante! Parece que essas pessoas que dizem isso vivem numa estúpida comédia romântica. Não são as forças do destino que fazem as pessoas se encontrarem (encontro= se apaixonarem) nem separarem. Somos nós que agimos ou deixamos de agir e fim de papo. Mesmo quando há genuíno amor entre o casal, se as pessoas não tomam cuidados e não cultivam a relação ela simplesmente acaba com direito a lágrimas no primeiro momento, e olhos marejados muitas vezes pelo resto da vida, mas ACABA. A VIDA NÃO É FILME.
Disse o poeta: A dor é inevitável mas o sofrimento é opcional. Ora, somos humanos e como tais, todos estamos sujeitos as doenças e a morte, não importa o que você faça, logo, o sofrimento não é uma opção, é fatalidade, por isso eu vos digo: A dor e o sofrimento são inevitáveis e a felicidade verdadeira só vem com luta, sangue e muita dedicação, mesmo assim, só dura uns segundos e temos que continuar numa eterna sucessão de batalhas para mantê-la ao menos próxima de nós, mas não esqueçam, somos mortais, e sempre perderemos a guerra.
4) Não é o momento, você tem a vida toda pela frente.
Eu prefiro à realista e melancólica frase "É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã, porque se você parar pra pensar na verdade não há".
Há a regra e para toda ela há a exceção. Mas a regra é: Só amamos uma vez na vida, quando temos muita sorte. Dir-se-ia que no fundo após o primeiro amor nos acorvadamos de tal sorte que não nos permitimos mais amar novamente.
Dizer que se tem a vida toda pela frente pode ser interessante momentaneamente para consolar o mais desesperado dos seres, no entanto, se neste exato momento você ama de verdade, antes de pensar na vida "toda" que você tem pela frente imagine que talvez por conformismo, covardia, maus conselhos etc.. Você esteja desperdiçando a pessoa que deveria ficar ao seu lado pelo resto de sua vida simplesmente por ter desistido de lutar.

Estou longe de ser um dono da verdade, só estou expressando minha irritação com, a meu ver, malditas e idiotas frases feitas, que antes de realmente consolar alguém, no máximo, irá levá-lo a um martírio maior. Quando se perde um grande amor senti-mo-nos da mesma forma de alguém que perde, pela morte, um ente querido. Tais frases para os pobres amantes perdidos são tão eficientes quando os "meus sentimentos" para aqueles que perderam para morte. Qual seja, eficiência alguma.
Se agora você tiver um amigo ou amigo que perdeu um grande amor, não procure palavras para consolar, talvez a melhor coisa a fazer seja ficar em silêncio e dar-lhe... 
Um abraço.

By- Adriano Cabral

links: Clube das Namoradas Perfeitas:
Clube dos Namorados Perfeitos:

27 comentários:

  1. Poxa, estou lendo o livro "O desafio de Amar" e estava a poucos minutos assistindo ao filme "À Prova de Fogo" (acho que apresentam grande correlação com o texto), ambos tentam passar a idéia de que precisamos de determinação para amar. Acredito que o que normalmente estamos acostumados a viver não é amor, o verdadeiro amor é incondicional, ele existe sem cobrar nada em troca, por isso na maioria das vezes ele é acompanhado pela dor e pelo sofrimento, por outro lado ele consegue envolver as duas pessoas de tal forma que ambas se sintam bem e satisfeitas havendo uma reciprocidade de sentimentos. Realmente essas frases citadas não servem de nada, se é amor de verdade muito dificilmente vai ser esquecido com outro(a) ou com festas e amigos ou até com um turbilhão de afazeres para preencher o tempo. Normalmente o amor é tratado como algo banal, que pode ser encontrado em qualquer esquina, mas concordo com a regra "Só amamos uma vez na vida, quando temos muita sorte". O amor nasce, mas não depende apenas deste sentimento que floresce, mas muito mais da vontade que o amante tem de cultivar e fortalecer este sentimento e sendo este desejo frustrado a primeira vez acredito realmente no medo quanto a uma nova decepção. Mas vale lembrar que só é vitorioso quem luta e mesmo com toda dor e sofrimento ainda vale a pena lutar pelo amor.
    Gostei do texto apesar de já conhecer os argumentos rs. Parabéns!
    smack

    ResponderExcluir
  2. Adorei o texto,verdadeiro e faz sentido em tudo q vc escreveu....Parabens Adriano

    ResponderExcluir
  3. Frases feitas são sempre como ovos de páscoa, bonitas por fora, mas vazias por dentro. Não dizem nada, só demonstram a falsa força de quem as disse. Ri muito com algumas afirmações suas, engraçadas. Sempre muito crítico e atual!

    ResponderExcluir
  4. Foi com muito gosto que ajudei na publicação deste post, ainda que minimamente, apenas na escolha da imagem que o acompanha. Não pude deixar de lembrar de você quando recebi minha nota no ENEM. Sim, recebi nota 975 numa redação que valia 1000. Estou me sentindo o próprio "Adriano Cabral" até agora hahahaha. Ainda assim, gostaria de deixar essa parte técnica de lado e escrever com sentimento e uma pitada de ironia, assim como você *---*
    Adorei o texto, concordo em todas as instâncias possíveis! hahaha
    Um beijo!!

    ResponderExcluir
  5. As pessoas acham que o relacionamento flui como "ele" quer, como se não dependesse delas!
    Um dos mais engraçados!
    Ainda mais tratando de orkut. hahaha
    Gostei muito, como sempre.

    ResponderExcluir
  6. Verdades foram ditas!
    Muito show cara!

    ResponderExcluir
  7. Oi Adriano
    Sabe eu entendo o que vc quer dizer mas talvez as pessoas só estão tentando ajudar,mas é claro que mesmo assim essas malditas frases feitas não ajudam em nada.
    Sabe no meu caso me refugiei nos livros na musica e em mim mesma e sofri muito chorei muito,ele me trocou por outra, não foi facil para mim levei 3 anos para esquece-lo totalmente mas enfim a dor em meu peito passou.
    Meu conselho é vc enfrentar um dia de cada vez e não é nenhuma frase feita não é a verdade seja forte.


    Beijuxxxx pa vc Adriano

    ResponderExcluir
  8. Pois é finalmente alguém citou algo que particularmente me irrita nos relacionamentos: encontro = se apaixonar! Sim eu odeio ter que me apaixonar nos tais encontros. E ter que fazer algo, quando eu não quero ou quando me arrependo por aquele encontro e só quero mesmo é ir pra casa... ou no melhor dos casos, só quero ser amigo da pessoa...

    Super crítico e fodástico; eu adoro o quanto você gosta de voltar nesse assunto, e o quanto você quer acordar as pessoas sobre isso. Sobre o amor, como ele mesmo é, por si.

    Bom, se todos vão acordar, eu não sei. Mas eu, e meus colegas comentaristas a cima desse comentário, estão avisados!!!

    Pois é, é isso... gostei do texto; e tô com saudades dos seus coments nos meus...

    "Blogs são como casas e amigos, que temos sempre que visitar e tomar um café."

    A minha sempre estará aberta! Você sabe disso...

    Sinceros Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Estas frases são tristes mesmo, mas eu já disse algumas delas para alguns/algumas amigas(os) desesperados(as). A pessoa está na sua frente entornando um litro de vodka e esperando que vc diga alguma coisa. Daí vc diz "vc vai achar alguém melhor", "vc tem a vida toda pela frente", "vamos pra farra". Simplesmente por que, muitas vezes, a pessoa quer ouvir isso.
    Houve o tempo no qual eu ficava calada ouvindo a amizade se lamentar. Seria melhor ficar calada a reafirmar a verdade conhecida. Depois percebi que uma mentira compartilhada funciona melhor que um coma alcóolico. Reservo a sinceridade para horas mais oportunas.

    ResponderExcluir
  10. Realmente.. São frases pré-fabricadas, que quase nunca fazem o efeito que gostaríamos. Mas então, o que dizer? Que por mais que amar seja muitas vezes doloroso, a dor nem se compara ao arrependimento que sentimos principalmente no fim da vida, por nunca ter amado? Que houveram momentos bons, e que esses devem ficar guardados? Na verdade, acho que todas as frases bobas e pré-moldadas que dizemos não servem p/ consolar a vítima-do-término. Servem apenas p/ mostrar a nossa preocupaçào, atenção e carinho para com eles. Para o consolo, um abraço apertado e um sincero: Vai ficar tudo bem, acredite. Eu prometo.

    ;D

    ResponderExcluir
  11. Adriano, o que mais admiro em você que além de ser realmente o homem mais romântico do planeta, não deixa de ser racional e equilibrado. Você escreve, sonha, vive e pensa o amor. Um gênio. Perfeito. Este texto é um manual de sobrevivência dos "corações partidos" bjos de sua fã que não anda comentando muito mas está sempre aqui.

    ResponderExcluir
  12. Fabiano (Montes Claros / MG)6 de fevereiro de 2010 10:35

    Consolar uma pessoa é uma arte desafiadora e, para quem não conhece bem as circustâncias do fim do relacionamento, é difícil dar um conselho que seja menos superficial do que os citados. São tentativas de se dar esperança e servir de motivação para os esforços que se deverá tomar, seja recuperando o relacionamento anterior (dica 3), seja buscando um novo (1 e 2), seja decidindo por esperar um tempo (4). Para quem consola, a decisão tomada não é o importante, mas sim que a pessoa recupere a esperança e a motivação. Assim, reconhecendo isso, todo esforço de quem consola, por mais irritante, deveria ser valorizado.

    ResponderExcluir
  13. Perfeito post, nada mais a declarar. Já fui obrigado a ouvir essas frases idiotas ao fim de um relacionamento, até mesmo do meu pai, que chegou a comprar a afeição que sentimos por uma mulher, ao apego que sentimos por coisas materiais, como um computador ou uma TV. Simplesmente RIDÍCULO.

    ResponderExcluir
  14. Amei o seu texto, estou passando por um fim de um relacionamento de 3 meses, e realmente, concordo com suas afirmações. Não é fácil 'esperar' que o sofrimento acabe, mas perseverando se consegue... Sou do RJ, desculpe se escrevi pouco(ou se escrevi bobagem), estou com um pouco de pressa...
    No mais, espero ter tempo outro dia pra ler outros textos seus.

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Humor e clichês muito bem expressados!

    visitarei sempre o blog.
    Thaila

    ResponderExcluir
  17. Realmente acho que finalmente o blog está um pouco realizando um dos seus principais objetivos: Levar as pessoas a refletir e pensar sobre determinados temas. Eu realmente adorei os comentários da maioria das pessoas que se dispuseram a fazê-lo. Não raro acho-os melhores que meus textos. rs.
    E fiquei impressionado com os 800 acessos que esse texto teve (nunca outro em tão pouco tempo teve tantos leitores).
    Muito obrigado pela atenção e pelos inteligentes e ótimos comentários.

    ResponderExcluir
  18. Nunca li nada tão verdadeiro, vc ta de parabens e foi muito bom pra mim saber que o homem tbm sente falta e saudade, pena que seja cabeça dura e não volte atras nas decições erradas que tomam na vida...meu relacionamento era de 6 anos e em 5 minutos acabou....quase fiquei louca, pq não me pertimiam sofrer....
    Abraços a todos e novamente meus parabens!

    ResponderExcluir
  19. Mais um texto perfeito *-* :P ainda mais qnd vc citou uma verdade d um grd poeta, q é R.Russo, é preciso amar, amar acima de tdo sem medos, clichês, amar sem preconceito e co originalidade acima de tdo!!!

    ResponderExcluir
  20. Legal vc ter abordado essa questão. Realmente, são frases muito vazias que trazemos para nossa vida sem parar pra pensar o quão sem sentido elas são...

    e ah! orbigada pela ajudinha no Clube das namoradas perfeitas kkkk

    ;*

    ResponderExcluir
  21. Nossa cara, parabéns...
    Você abordou esse assunto de tal forma...
    ADOREI MESMO!

    É realmente muito de dificil dizer à alguém, algo que a ajude ou a conforte de algum modo. Um abraço pode ajudar.
    Parabéns. beijos
    Campinas

    ResponderExcluir
  22. O texto é muito interessante. Porém acho de extremo valor a pessoa, ao invés de ficar no seu leito a chorar até as lágrimas secar, sair e curtir a vida, não necessariamente ela tenha q se envolver com alguém pra esquecer outro alguém.

    By Bárbara

    ResponderExcluir
  23. "Só amamos uma vez na vida, quando temos muita sorte".
    Não... amamos muitas vezes na vida, de formas diferentes, pessoas diferentes,no entanto essa ânsia de se desvendar e controlar tudo, faz com que idealizemos demais o amor, só tive um grande amor na vida depois dela, não apareceu nimguem parecido, ora bolas, nunca aparecerá nimguém parecido, as pessoas são diferentes, se vc utiliza amores passados como medida para classificar amores futuros, vc nunca irá se permitir amar novamente, nimguem irá superar seu grande amor pq? vc nunca irá amar duas pessoas diferentes da mesma forma,e mesmo com tal consciência engessamos nossa forma de amar e a moldamos a uma única pessoa, claro é impossivel evitar comparações mas é possível não se deixar levar por elas a ponto de não matar um sentimento, mas em geral matamos assim que percebemos que é possivel amar novamente isso porque a consciência é cruel e nos diz que se é possivel amar de novo, também é possível sofrer de novo.
    Talvez a frase ficaria melhor assim:
    " Só reconhecemos que amamos uma vez na vida, se não formos muito burros e medrosos."

    ResponderExcluir
  24. Querendo encontrar respostas eu encontrei o seu blog , aqui encontrei muitos comentários inteligentes ... Então queria discutir uma questão , pois tô precisando ...
    Tenho 31 anos,uma boa apresentação e relacionamentos tóxicos no meu histórico ... meu relacionamento acabou faz 1 dia ... Acabou novamente ...Sabe aquele relacionamento que vive acabando ... e reatando ... e ofensas ... Mas vc tem medo de se arrepender ... e tenta ...tenta ... E muitas vezes por achar que tem que completar um ciclo , de casar e ter filhos , vc não quer mais se cobra pq é a unica solteira do grupo ...
    Sou independente e tenho td que desejo casa, trab,carro ... Mas a droga da sociedade acha que se vc não é casada não tem filhos tem alguma coisa errada com vc ... Não pode ser com os outros ? ou vc tem se submeter a coisas que não concorda e n~]ao acha normais pq depois de 3 anos novamente um relacionamento não pode ter dado errado .
    Achei que aqui encontrei pessoas com conteúdo pra me ajudar !!!
    Me ajudem !!!
    Do RJ

    ResponderExcluir
  25. "anonima do RJ"

    Acho que você não deve pautar suas ações por fatores outros, que não os que veem de dentro de você, não esta mais na moda pensar no que a sociedade impõe, em conceitos... faça suas escolhas, descubra o que te faz bem, no sentido mais sublime da palavra, que não agrida você e seu semelhante, com respeito... sugiro que pesquise sobre a (co-dependência, há textos incríveis sobre o assunto na web), na verdade as pessoas hoje, veem no casamento uma prisão, no companheirismo um fardo... como se tudo se resumisse apenas a trabalhar, alcançar posições "na sociedade" e dizer - sou uma mulher poderosa pago minhas contas... acho que a vida, a independencia vai muito mais além do que isso.
    case-se - mas se fazer bem a você, relacione-se se dessa relação algo venha a acrescentar na sua vida.

    Há muitas mulheres que tem tudo hoje, casa, trabalho, carro como você disse, vestem calças compridas, mas por dentro são vazias, sem perspectivas.

    Seja como um rio, percorra todos os caminhos tortuosos, entre pedras, declives, penhascos, mas seja maleavél, para que possa chegar ao mar imenso, com sentimento de dever cumprido.

    ResponderExcluir
  26. "Anônima do Rj"
    É complicado aconselhar em alguns caracteres sem nem saber da história com detalhes. Mas, aqui vão alguns conselhos de alguém que já viveu algumas experiências tóxicas..

    -Pare de se cobrar. Você é mulher. Independente. Bem apresentável (Leia-se Bonita!) e tem tudo o que precisa materialmente p/ viver. Mas te falta algo. Na busca desse algo, você acaba subestimando os defeitos alheios, e sufocando suas vontades, preferências, medos, desgostos.. E vai aguentando, empurrando com a barriga.. Afinal, se não der certo, a culpa não será sua, não é?
    Mas chega um ponto onde não dá mais. Os "pequenos" defeitos do outro vão se acumulando e de repente, você percebe que se tornaram INSUSTENTÁVEIS! E aí, explode! Ofensas p/ todos os lados.. E eu aprendi que palavras machucam tanto ou mais do que os nossos atos..
    Então, vocês terminam.. A solidão volta. O medo de ficar só, abandonada.. A pressão da sociedade - QUE EXISTE SIM. (Não adianta tapar o sol com a peneira e dizer que a nossa sociedade é liberal, que não existe preconceito, que todo mundo pode ser homossexual, colorido, fã de restart, emo, machista, negro, tatuado ou todo furado. Não existe. Estamos melhor do que na ditadura, mas ainda não alcançamos tal nível de "foda-se a sociedade eu quero mais é ser feliz".) Enfim.. voltando.. Com tudo isso na sua cabeça, você acaba voltando atrás, pedindo desculpas, e se iludindo de que vai aguentar p/ o resto da vida o que não aguentou em 3 anos.
    É.. complicado. Não funcionou e nunca vai funcionar. O defeito não está exclusivamente nos homens, minha cara. Lógico que há poucos que 1)realmente sejam homens e 2) ajam como tal. Mas existe. Desespero não é o melhor meio de achá-los. Se valorize! mas não se esqueça de que você também não é perfeita.. e a maioria dos defeitos que ODIAMOS nos outros, no fundo, são aqueles que NÓS MESMOS não conseguimos vencer. Pare de se cobrar tanto.. Se aceite como é! Você não precisa ser a mais linda, nem a mais inteligente, a mais bem sucedida, etc, etc, etc.. Você precisa ser você. Real, com defeitos e qualidades. Sem máscaras. E, por mais absurdo que possa parecer, há quem irá gostar de você!! E quando você se libertar dos seus medos, as pressões dos outros sobre você, e passar a ser você mesma, vai atrair naturalmente aqueles que gostam de ti. Entre eles, amigos, homens.. e o melhor: Não precisará fazer força nenhuma p/ segurar máscaras.. porque elas SIMPLESMENTE NÃO existirão.
    E quanto aos outros.. esqueça-os. Você não precisa deles. No final da SUA vida, se você foi ou não feliz, vai ser uma culpa inteira, única e exclusivamente sua.
    Então, pare de procurar defeitos.. Pare de se cobrar.. pare de cobrar dos outros. Isso assusta as pessoas. Mude em VOCÊ o que pode ser mudado, e aceite o que não se pode mudar. Seja feliz, ainda que sozinha.. E aí sim, você estará pronta p/ ser feliz com alguém. Sabe aquele negócio de "não corra atrás das borboletas.. Cuide do jardim?" é verdade..
    Seja feliz! ;)

    ResponderExcluir
  27. Parabéns pelo post.
    É tão bom saber q tem gente q pensa desse jeito e o melhor, sabe expressar tão bem o q sente.

    ResponderExcluir

É sempre bom ler o que você tem a dizer! Se possível deixe a cidade de onde você esta teclando.